Descubra quais foram as tendências do futuro lançadas no carro-conceito que já estão nas ruas

Paris, Tóquio, Frankfurt, Genebra, Detroit e até mesmo São Paulo estão à frente do nosso tempo, pelo menos quando se fala nos próximos lançamentos automotivos que vão dominar as estradas. As metrópoles sediam os mundialmente famosos salões de automóveis, onde veículos que mais parecem obras de arte são apresentados ao público em fora de carro-conceito.

No entanto, nada chama mais a atenção do que os modelos artesanais, feitos para indicar tendências e testar tecnologias inéditas. São os chamados carros-conceito, protótipos que impressionam antes de passarem por longos períodos de aprimoramento para verificar se é viável ou não inseri-los em um mercado maduro. Obviamente, não são todos os modelos que passam no teste, mas uma boa parte das tecnologias que estão começando a surgir nas concessionárias hoje se originou daí. Além dos salões, cientistas e amadores impulsionam as inovações automotivas.

Carro voador, combustíveis alternativos e a introdução de novos materiais em praticamente todas as peças são as principais tecnologias de hoje, mas já estiveram sob os holofotes dos salões mais concorridos do mundo ou na cabeça dos inventores mais criativos.

salão do automóvel de são paulo

 

Salão do automóvel de São Paulo.

Reestilização

O New Beatle é o Fusca da vez, uma nova Kombi se aproxima e o Porsche 911 já chegou a 21 versões. A ressurreição dos clássicos é uma tendência presente em todas as edições, principalmente dos queridinhos que foram aposentados cedo demais pelas montadoras.

versão nova da kombi

Cupê

São esportivos para dois ou quatro ocupantes. A linha do teto começa a se inclinar logo após as duas portas, o que torna o veículo aerodinâmico e com alto desempenho. Eles voltaram com força ao mercado após o lançamento do Evoque, da Land Rover.

carro da range rover, evoque

Quanto menor, melhor

Os microcarros, requisitados por se adaptarem em qualquer vaga, como o Toyota IQ, causaram polêmica devido ao espaço interno limitado que prometia comportar até quatro passageiros. A moda pegou, e até mesmo a luxuosa Audi investiu no segmento com o A1.

carro toyota iq

Das corridas às ruas

O esportivo Ford GT foi criado para homenagear sua versão das pistas de corrida, o GT4, vencedor das 24 Horas de Le Mans que desbancou a Ferrari em 1966. Fiel por fora, mas totalmente tecnológico por dentro, o veículo já chegou a sua segunda versão.

carro ford gt

O retorno do branco

Nos salões, já foram vistos até mesmos estandes com todos os veículos brancos. A partir de 2012, a cor que antes era associada a táxis ou a modelos de luxo chegou com tudo nos carros populares, e já é a mais pedida no mundo todo.

carro gt by citroen

Carro voador

O vanguardista dos filmes do agente secreto James Bond já existe. Chamado de Terrafugia Transition, o veículo ainda está mais para um avião de asas dobráveis, e é comercializado desde 2012, com preço estipulado em US$ 250 mil. Para dirigir, além da carteira de habilitação, é necessário ter o brevê.

carro voador Terrafugia Transition

O mais barato do Brasil

Da montadora Chery veio o carro mais barato do país. Com pouco mais de R$ 20 mil, é possível adquirir um exemplar completo do QQ, que já está em sua segunda geração.

Novo Chery QQ 2015 lateral

Veículo utilitário esportivo

Em 2014, os SUVs foram onipresentes nos salões. Eles lembram veículos militares e foram desenvolvidos para andar na terra ou no asfalto de forma satisfatória, e conquistaram os motoristas do mundo todo.

suv salão do automóvel

Portas borboleta

As invejadas portas que se abrem não só para cima, mas também para as laterais foram apresentadas pela BMW em 2009, como uma ideia que dificilmente chegaria ao mercado. Anos depois, era lançado o BMW i8, modelo semelhante ao protótipo.

carro bmw i8

Movido à eletricidade e à gasolina

Os híbridos-elétricos existem desde 1997 no Japão, e desde 2010 no Brasil, com valores que chegam a quase meio milhão de reais. Com dois motores, um de combustão interna à gasolina e um elétrico, o consumo de combustível é reduzido, assim como a emissão de poluentes.

carro híbridos-elétricos do salão do automóvel

Lítio como bateria

As baterias de lítio são responsáveis pelo funcionamento dos motores elétricos. A fabricante Tesla já está investindo pesado na fabricação e aperfeiçoamento da tecnologia, com o objetivo de baratear os custos de produção e, consequentemente, os valores de venda dos veículos movidos à energia elétrica.

carro tesla com bateria de lítio

Eficiência da fibra de carbono

Presente inicialmente na Fórmula 1, o material é leve e diminui o peso dos carros, evolução essencial para os veículos elétricos. A fibra de carbono é usada principalmente nas ligas dos automóveis, mas a Lamborghini já tem um modelo inteiro composto pelo material.

Lamborghini Huracan feita totalmente de fibra de carbono

Carro a hidrogênio

No Japão e nos Estados Unidos, a Toyota já está vendendo o primeiro automóvel comercial que usa hidrogênio como combustível, com dois tanques do gás em alta pressão. Ao invés de fumaça, o veículo exala água como resultado da combustão. Há quase duas décadas as empresas investem em pesquisas, mas, até o momento a novidade não deve chegar ao Brasil.

toyota mirai fcv movido a hidrogênio

 

Toyota Mirai por dentro, na linha de produção.

O sol como combustível

Com uma lente especial, a Ford promete carregar o veículo com células solares no teto. No entanto, no deserto australiano, a energia limpa já é precursora de uma competição que reúne 40 equipes de 23 países no World Solar Challage.

carro do world solar challage

Sem motorista

Essa é a aposta até mesmo de empresas que não são do setor automobilístico, como o Google. Os carros autônomos da companhia dispensam a condução por um motorista e estão sendo testado há sete anos, com registro de 14 acidentes de trânsito até o momento. Esperamos que ele tenha seguro auto!

carro que não precisa de motorista produzido pelo google

 

O carro-conceito nos trouxe grandes inovações. Das apresentadas, qual foi a que você mais gostou?