Principalmente devido aos impostos cobrados, os carros produzidos no Brasil não são mais baratos quando comparados a outros países

O Brasil é reconhecido mundialmente como um dos maiores produtores de veículos do mundo. Com um vasto mercado de compradores de automóveis, as fabricantes se estabeleceram em massa no país anos atrás devido à isenção de impostos e o baixo custo da produção para a exportação.

As primeiras montadoras chegaram ao Brasil, no início da década de 50, graças a medidas econômicas e infraestrutura desenvolvida pelo governo. Ford, Fiat, Volkswagen e General Motors (GM) foram as primeiras. No entanto, apenas na década de 90, quando houve a abertura do mercado nacional para empresas estrangeiras, a maioria delas pôde se estabelecer no país, que recebeu cinco novas montadoras: Renault, PSA Peugeot e Citröen, Toyota, Honda e Daimler Chrysler.

carros produzidos no brasil na fábrica

Onde são feitos os carros produzidos no Brasil?

Os carros produzidos no Brasil são provenientes de montadoras espalhadas por todo o país, levando oportunidades e desenvolvimento para as regiões de norte a sul.

Na Zona Franca de Manaus, no Amazonas, há forte presença de montadoras de motocicletas. As fábricas tem ótimos incentivos fiscais e levam desenvolvimento a esta região afastada do polo econômico brasileiro. Já na região Nordeste, nos Estados da Bahia e do Ceará, se concentram fábricas da montadora Ford. Apesar disto, o local é ainda uma região que oferece pouca infraestrutura para as montadoras, o que limita a presença delas no local. Em Goiás, estão presentes a CAOA Hyundai, John Deere e Mitsubishi. O estabelecimento das fábricas nessa região é devido infraestrutura oferecida para que os veículos possam chegar a quase todo o país. O Paraná tem sido um polo com grande concentração da indústria automobilística, pelos altos incentivos fiscais e pela infraestrutura que oferece às fábricas. Na região se encontram CNH New Holland, Fiat, Nissan, Renault, VW e Volvo.

zona franca de manaus, onde os carros produzidos no brasil são feitos

Vista aérea da Zona Franca de Manaus

Porém, o maior polo da indústria automobilística do país se encontra no Estado de São Paulo, estão a Caterpillar, CNH New Holland, Ford, GM, Honda, Hyundai, Mercedes-Benz, Toyota, Valtra e VW. Isto porque, a região é a que melhor oferece incentivos fiscais, maior quantidade de mão de obra e a melhor infraestrutura para a distribuição dos veículos.

montadoras de carros em são paulo

Fonte: IG

No estado de Minas Gerais se encontram a CNH Holland, Fiat, Iveco e Mercedes-Benz. No entanto, as fábricas não operam na produção do veículo, pequenas e médias empresas fornecem peças para a construção do automóvel. Todas essas montadoras, no entanto, estão migrando para outras regiões, pois o espaço para a instalação de fábricas está ficando saturado.

Por que os carros produzidos no Brasil não são baratos

Apesar da infraestrutura oferecida, forte incentivo fiscal e mão de obra disponível, os carros produzidos no Brasil não são baratos para o consumidor brasileiro. É muito comum encontrar um automóvel que é vendido no país por R$ 85 mil pela metade do preço em países desenvolvidos, como os Estados Unidos.

O mercado nacional apresenta o maior número de consumidores dispostos a pagar um alto preço pelo produto, se comparado aos consumidores de outros países. Isto porque, no Brasil o carro ainda é símbolo de status social, ou seja, o consumidor não está interessado no valor final, mas sim se as parcelas do veículo caberão no bolso. Isso faz com que as empresas mantenham o valor dos veículos elevados, porque sabem que o consumidor brasileiro irá pagar o preço.

Justificativas pela alta do preço não faltam. Mais uma delas são os altos impostos cobrados desde a produção do veículo até a comercialização, gerando um imposto em cadeia. Além disso, a mão de obra brasileira não é tão cara, mas a produtividade do brasileiro é considerada baixa, o que encarece o serviço.

preços altos dos carros produzidos no brasil

Outro motivo é que, mesmo com toda infraestrutura rodoviária, ainda é pouco prático o deslocamento de mercadorias dentro do país, devido à ausência de ferrovias, tornando o transporte dos veículos produzidos mais caro.

A falta de competitividade das montadoras brasileiras no mercado global também encarecem o preço do automóvel no país. Isto porque, a indústria tecnológica do Brasil está defasada e as montadoras já não preferem investir seus melhores recursos no país, pois, para elas, o país não oferece segurança suficiente para que o desenvolvimento industrial seja sustentável.

Produzir no Brasil é cerca de 30% mais caro que produzir no México, outro país emergente. E não é só isso: a matéria-prima para a produção das peças do veículo também é mais cara por aqui. Segundo estudo realizado pela PwC, o preço do aço brasileiro é 35% maior que a média mundial e a energia elétrica, em torno de 60% maior do que na Europa.

lucro das montadoras de carros

Todos estes fatores, somados a expectativa de lucro das montadoras, encarecem muito o preço do automóvel no Brasil. É importante saber que a margem de lucro das empresas automobilísticas instaladas no país chega a ser três vezes maior que em outros países!

Como o consumidor brasileiro não vai deixar de comprar o tão sonhado carro próprio, é possível economizar em outros momentos, como na escolha do seguro auto. A Bem Mais Seguro, que oferece comodidade na hora da contratação da proteção, possui a modalidade Seguro Auto Bem Mais Econômico que é até 50% mais barato que um seguro tradicional. Além disso, independe da análise de perfil do condutor, e pratica valores acessíveis para toda a família.