Os parceiros Uber precisam cumprir uma série de exigências. Saiba se você se encaixa

O aplicativo que está dando o que falar entre motoristas e passageiros, o Uber, também está revolucionando a forma de deslocamento em mais de 400 cidades no mundo. Se você está pensando em fazer parte desse movimento sendo um motorista da Uber, é preciso conhecer os padrões da empresa e descobrir se você está pronto para isso.

São apenas seis anos, mas a história da multinacional criada nos Estados Unidos já tem uma trajetória de sucesso, originada por dois amigos com dificuldade de conseguir um táxi durante um dia de neve. Com a simples ideia de apertar um botão para conseguir um carro com a ajuda da tecnologia, a startup tem disponibilizado um motorista particular com muitos benefícios para o passageiro, como preço acessível e pequenos mimos.

logo da empresa uber

Nessa cultura inovadora, o motorista Uber conquista privilégios que nem todos os empregos oferecem: remuneração, horário flexível, possibilidade de viajar e ser o próprio chefe. No entanto, ainda há dúvidas sobre as vantagens, principalmente em relação ao custo para executar o serviço. Antes de ser um parceiro da empresa, fique por dentro de tudo o que precisa saber sobre esta forma colaborativa de transporte.

Como a Uber funciona?

A empresa desenvolveu um aplicativo gratuito para iOS, Android e Windows Phone. Com ele, o usuário obtém a sua localização no mapa ou define o local da partida inserindo o endereço, define o destino e ainda pode escolher uma das modalidades de transporte disponíveis. Feito isso, o app vai solicitar o serviço para o motorista que estiver mais próximo, informar o veículo, a placa e os dados do condutor, além do tempo de espera. O pagamento é feito via cartão de crédito cadastrado, e, por isso, não há necessidade de portar dinheiro. Ao final da corrida, o passageiro é convidado a avaliar anonimamente o motorista, e ajuda a manter a qualidade do serviço.

app-uber

Hoje, o Uber conta com quatro opções de serviços: uberX, uberBLACK, uberBAG e uberBIKE. O primeiro deles possui as tarifas mais baixas, o segundo é o modelo que consolidou o aplicativo, ou seja, os carros pretos do tipo sedã, e o os dois últimos contam com a facilidade de transportar malas, cadeiras de rodas, crianças ou bicicletas em veículos adaptados para essas necessidades.

O serviço oferecido pela Uber tem como diferencial as tarifas dinâmicas na hora de calcular o valor da viagem. O preço pode variar de acordo com a oferta de condutores na região. Se existem poucos disponíveis, a tarifa aumenta, incentivando a disponibilidade de outros motoristas. A alteração, no entanto, é sinalizada para o usuário e é possível verificar o valor da corrida antes de concluir a solicitação.

Como faço para ser motorista?

Para ser um parceiro Uber, que é como a empresa chama seus motoristas, é preciso atender a uma série de exigências com o objetivo de oferecer a melhor experiência em transporte para quem vai usar.

A primeira delas é ter um carro próprio, pois esse item, que é primordial para o serviço, não é fornecido na vaga de trabalho. O veículo, por sua vez, deve se enquadrar em alguns quesitos. Por exemplo, no caso do uberBLACK, é obrigatório que o automóvel seja preto, sedã e com banco de couro. Para uberX, o carro pode ser um modelo popular, mas deve ser do ano 2008 ou mais recente e não pode ser da cor branca nem amarela. Para todas as categorias, é necessário possuir modelos quatro portas e ar condicionado.

Também é preciso ser aprovado em alguns assuntos um pouco mais burocráticos para conseguir uma vaga dessas. O motorista interessado deve ter carteira de motorista válida (na categoria uberBLACK, ele deve ter licença para dirigir profissionalmente), estar com o registro e o licenciamento do carro em dia e apresentar atestado de antecedentes criminais.

Analisadas e aprovadas todas as informações, ele realiza alguns testes até finalmente poder baixar o aplicativo uberPARTNER, por onde receberá as chamadas, terá seu número de celular substituído e avaliará o passageiro no final da corrida, além de contar com suporte em tempo integral.

motorista do aplicativo uber

Ao contrário do que muita gente pensa, os condutores da Uber não precisam oferecer água nem disponibilizar doces para os passageiros. Estes itens são apenas alguns mimos que muitos parceiros têm para fidelizar os clientes na plataforma. Eles também não são obrigados a usar roupa social nem abrir a porta do veículo e mulheres podem, sim, dirigir seus veículos como profissionais cadastradas na empresa.

Será que compensa?

Trabalhar em parceria com a Uber tem alguns benefícios que provavelmente poucos empregos possuem. O motorista não tem nenhum tipo de compromisso com o dia e o horário que prefere prestar o serviço e fica totalmente livre para desenvolver outra atividade enquanto não está dirigindo. A proposta do app, inclusive, é de complementar a renda do trabalhador.

Mais uma diferença é que a remuneração é feita semanalmente. O Uber fica com uma parcela dos valores conquistados pelo motorista durante a semana (em torno de 20%) e realiza o pagamento direto na conta informada na hora do cadastro. O valor médio recebido é de R$ 1.085 por semana se o parceiro trabalhar 8 horas por dia.

aplicativo uber

Entre as desvantagens, a principal é o gasto com o veículo. Como ele deve ser mantido sempre limpo, sem falhas elétricas ou mecânicas, o custo pode ser alto, dependendo do ano e do modelo do carro. Também é preciso considerar o calor de um seguro para os passageiros, necessário para conseguir a vaga.

Outra questão que vale a pena ser analisada com cuidado é a regularização do aplicativo. No Brasil, ainda não existe uma legislação que reconheça esse tipo de prestação de serviço, o que pode ser um problema quando a decisão for finalmente tomada. Por causa disso, o Uber é visto como uma ameaça para os taxistas, com casos de repressão violenta aos motoristas da empresa registrados. Para ganhar visibilidade e vencer a competição, os valores praticados pela startup são inferiores aos táxis e tendem a baixar mais, o que pode não ser tão atraente.

aplicativo-uber

Antes se integrar a comunidade de mais de um milhão de parceiros Uber e ajudar a inovar a forma como as pessoas se transportam, é importante pensar nas oportunidades que o trabalho vai proporcionar. Se essa for a melhor maneira para trabalhar, se movimentar e prosperar, e só encarar!